Uma das questões mais controversas da humanidade ao longo dos séculos é a questão da legalização do aborto e mais uma vez ela surge no cenário nacional com o parecer do STF favorável a descriminalização do aborto até o terceiro mês de gestação. Logo em seguida a câmara dos deputados entrou com um pedido para criação de uma comissão que vai rever a decisão do STF impedindo que o caso se torne jurisprudência e passe a pesar nas decisões de juízes de todo o Brasil.

Embora cristão convicto, quero apresentar minha opinião em favor da vida independente da religião. Obviamente tenho como cristão diversos argumentos pautados na Palavra de Deus que baseiam minha vida e posição neste caso, mas se os utilizasse eventualmente teria minha posição questionada pelo preconceito de alguns que podem considerar meu argumento parte da ignorância de uma fé cristã cega e isso não é real. Não estou aqui falando de abortos naturais, nem de casos em que a gestação pode ferir a integridade física da mãe, quero abordar o direito da mulher interromper sua gravidez através de um aborto.

Então eu gostaria de te fazer algumas perguntas antes de começar: Você é um daqueles fanáticos por tecnologia que está esperando a próxima novidade da Apple? Ou você gosta de uma boa partida de futebol, bem jogada e com muita emoção? Você gosta de ouvir uma boa música? Clássica, romântica ou Pop? Você gosta de assistir a um bom filme produzido em Hollywood? Pois se você respondeu sim ao menos para uma destas perguntas, talvez haja motivo para você repensar a sua posição sobre o aborto.  Pessoas geniais que mudaram e mudam nosso mundo todos os dias em seu campo de atuação escaparam de uma ideia ou tentativa de aborto, como por exemplo: Steve Jobs o fundador da Apple e um dos maiores gênios da atualidade, Cristiano Ronaldo e Thiago Silva dois dos grandes jogadores da atualidade, Andrea Bocelli, Celine Dion e Justin Bibier cantores que emocionam a milhões por todo o mundo além do ator Jack Nicholson que por 2 vezes ganhou o Oscar. Pergunte a opinião de algum deles sobre o assunto.

Independente da circunstância a humanidade perderia muito sem estes poucos nomes citados, mas muito além deles, quantos anônimos tem feito a diferença na comunidade onde estão inseridos. Pessoas que ganharam a oportunidade de viver, mesmo quando vieram ao mundo em uma hora ou maneira indesejada. Imagine quantos Steve Jobs, Ronaldos, Celines e muitos outros o mundo não perderia com a descriminalização do aborto. Eu mesmo vim ao mundo em uma gravidez não planejada, mas UFA! Estou aqui!

Sim eu creio num Deus que planejou minha vida desde antes do ventre da minha mãe, e defendo a vida como um dom, um presente dele para nós. Não cabe a nós interromper a vida do outro e impedir um nascimento por menos planejado que seja, simplesmente por uma vontade ou por um direito. Não tenho esse direito sobre uma vida que não é minha. Sou contra o aborto, sou a favor da vida, que mesmo não desejada ainda pode ser genial.

Thiago Marques

Comentários

Comentários

Comentários

Comentários

© Copyright - JesusCopy